siunka.com

Archive for julho 2009

cool cat

Posted on: julho 31, 2009

Estampando as camisetas

quero te contar um pouco de como foi a experiência de subir uma hora e meia de barco o rio negro e entrar floresta a dentro…

foi uma experiência única na vida. os caras todos fumaram maconha, mas acho que o que eu senti foi mil vezes mais forte. consegue multiplicar ao quadrado a sensação de descer um rio lá de cima pela primeira vez nadando!? serio, impossível de descrever com palavras. fiquei muito emocionado. é um outro mundo. um outro muito diferente do que a gente conhece. se eu não me considerava um primitivista antes, agora eu me considero. 🙂 hehehheh[brincadeira]

macacos aranha e macacos prego andaram em mim.
eu via o tempo todo botos nadando do meu lado, e quando eu olhava para o céu via sempre muitos casais de arara azul voando muito lindo! eu procurei um lugar sozinho, eu estava engasgado. dai chorei muito. to quase chorando agora de novo pra te contar. foi muito forte.

incrível os macaquinhos. muito espertos e sociáveis. muito folgados! se deixar eles tomam conta de vc. mas é claro que eu deixei. eles ficam te cheirando e da uma afliçao gostosinha…. quando eles  não estão pulando de galho em galho, ficam o tempo todo se abraçando e se lambendo. sao muuuito carinhosos. fomos de lancha para uma parte do rio q tem pouca corrente e nadamos muito. a cor do rio é muito linda um marrom avermelhado, mas é muito limpa, não é barrenta nem turva. é difícil descrever. tem um cheiro delicioso. a cor e o cheiro são assim, pq a matéria orgânica das arvores se dissolve pelo fundo do rio. por isso a cor e o cheiro. quando vc sai da agua vc se sente muito melhor do que entrou. parece que essa agua faz muito bem pra saúde. o melhor de tudo, é que por isso a água do rio negro tem uma acidez que não deixa os mosquitos se proliferarem.
ao contrario do rio amazonas que a costa é barrenta por causa dos barrancos. lá tem muuuuito mosquito. mas não deu tempo de subir tanto o rio negro pra navegar o rio amazonas… o rio tem uns 4 quilómetros de largura essa época do ano. mas eles nos falaram que  esse ano foi o ano mais cheio desde 1953. subiu 28 metros. a parte que a gente entrou de barco na floresta, fica 6 meses com agua e seis meses seca. é a vegetação mais incrível que já vi. achava que era foda, mas nunca imaginei algo assim. é bizarro pensar que com a gente em cima do barco, rio acima, tinham umas árvores de quase 15 metros de altura e e que quando o rio abaixar, elas terão o dobro do tamanho.
tive vontade de chorar muitas vezes.
acho que todo mundo ficou muito emocionado.

quando conversei com o guia pessoalmente foi muito triste. ele me contou como é o processo de desmatamento legal e ilegal. e não tem no mundo nada mais triste do que isso. quando tudo seca, fica uma camada no solo de 30 centímetros de folhas secas, e por baixo uns 50 centímetros de húmus. isso que mantém a terra fértil. quando os fazendeiros fazem o pasto. nasce tudo muito fácil. mas o gado come e o solo se perde. pq essa camada é tirada. dai o solo vira areia. se perde. e eles avançam. “como gafanhotos”. – o cara falou. ele falou que é vegetariano. mas ele não conhecia essa palavra. disse que não comia carne por causa disso. pq nem ele, nem os pais dele tinham coragem. pq sabiam que a carne vinha das árvores que não estariam mais ali. eu falei com ele que tb era vegetariano e que esse é o termo que usamos para defender a ideia de que se vc não come carne, vc defende a amazonia de alguma forma. ele anotou num papel e sorriu.

nossa ta tudo muito forte a sensação de estar aqui esse pouquinho. vc tem noção, de que andamos 60 quilómetros de barco, no meio da amazonia, e eu não vi um saco plástico, uma garrafa pet, uma pessoa se quer?! ali ainda tem vida pulsante. é uma atmosfera tão única. tão completa. tão diversa. tão poderoso. tão grandioso. e tão ameaçado…

queria fotografar, mas a magia se perderia…

na volta, descendo o rio é muito mais rápido. mas foi muito emocionante tb. já era tarde da noite e eu fiz questão de voltar em cima do barco. eu só, uma escuridão profunda e a companhia do céu mais estrelado que já vi. fiquei ali com uma blusa de lã, sentindo um friozinho mais gostoso do mundo por uma hora mais ou menos, sem piscar os olhos. vi muitas estrelas cadentes. e fiz muitos pedidos.
acho que todos esses irão se realizar.

alf-002alf-003alf-007Achei muito foda este boneco.. mas info no blog http://xplan303ex.wordpress.com

lapiz

Posted on: julho 10, 2009

12815

Picture 1O chão da garagem do condomínio Guapuruvu, em Porto Alegre (RS), cedeu na madrugada desta quarta-feira e engoliu o carro.


Páginas

julho 2009
S T Q Q S S D
« jun   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031